''Lembrando que sempre há uma outra chance, uma outra amizade, um outro amor e uma nova força. Para todo fim, um recomeço.”
Lembranças, é o que me resta.
1 2 3 4 5 »
THEME PROMISSE @

posted on 21 minutes ago with 149,295 notes · via · source · reblog
“Tudo é denso, tenso, imenso quando penso.”
Eu me chamo Antônio.  (via sociedadeacida)

posted on 22 minutes ago with 5,187 notes · via · source · reblog
“As pessoas não querem a verdade, apenas esperam por boas notícias.”
Supernatural.  (via sociedadeacida)

posted on 22 minutes ago with 5,219 notes · via · source · reblog

Pra mim é o seguinte, se for pra ficar de falsidade pelas minhas costas, então que nem ao menos troque palavra comigo.


posted on 22 minutes ago with 1,340 notes · via · source · reblog

posted on 22 minutes ago with 1,031 notes · via · source · reblog

posted on 23 minutes ago with 17,722 notes · via · source · reblog

posted on 23 minutes ago with 35,518 notes · via · source · reblog
“Uma mente necessita de livros da mesma forma que uma espada necessita de uma pedra de amolar se quisermos que se
mantenha afiada.”
Game of Thrones.     (via thiaramacedo)

posted on 23 minutes ago with 951 notes · via · source · reblog
“É quando a gente está junto com um monte de gente, que percebemos o quanto sentimos falta de alguém. E dói, porque você sabe que não vai ter quem substitua. E você sente falta. E a vontade de chorar vem. E você só pode respirar fundo e segurar as lágrimas, para não perceberem o quanto você é fraca.”
Tati Bernardi.  (via sociedadeacida)

posted on 24 minutes ago with 7,045 notes · via · source · reblog
“Eu me sinto extremamente bem com isso tudo, como posso dizer… com este abandono geral de minha alma, com esse apocalipse dentro de mim todo dia, todo santo dia! Eu acho que gosto desse purgatório interno, dessa minha auto tortura, de me apodrecer por vontade própria. Enxergo nisso um charme único, me sinto como um grande artista que se matou, me sinto em plena forma. Eu sou o limite do fim, eu consigo ver a barreira da morte, e tento – todo santo dia – chegar à ela. Eu sou o exagero em pessoa, exagero nas palavras, nos significados, nos enigmas, no melancolismo, no arcadismo, no barroquismo e nas palavras invetadas. Eu exagero no meu nome, no meu significado e estou exagerando nos meus dias de vida. Meu desejo pela morte é insaciável, é o mesmo que um político por dinheiro, ou de um astronauta pelo espaço. Eu não tenho só desejo, tenho fascínio, imagino como deve ser bonito, e complexo a morte. Essa é a minha única meta, descobrir do que se trata esse mito que o homem criou.”
William Philippe.   (via sociedadeacida)

posted on 24 minutes ago with 136 notes · via · source · reblog